Gravura

Naturezas mortas (mas que ainda mexem)

E de repente ficámos fechados em casa. Sem preparação, sem nos podermos encontrar na oficina, sem equipamento, sem ferramentas, sem saber por quanto tempo nem como seria o dia seguinte.

Embora fosse possível, pareceu-nos pouco apetecível simular um curso de gravura. Decidimos correr o risco e tentar qualquer coisa imperfeita e extraordinária de acordo com o momento que estávamos a viver.

A gravura e a impressão, nomes comuns a diversas práticas, não são apenas técnicas como são linguagens, formas de colocar problemas e formas de pensar. São muitos os pontos em comum com a animação, entendida em sentido lato. Estados de transformação, repetição e variação, mediação e lentidão de processos, sobreposição de camadas, construção e destruição, mas também um lugar de multiplicação e divulgação que já pertenceu à imagem e à palavra impressas.

Gravura e animação partilham muitas zonas e apesar de não sermos animadores julgámos reconhecê-las e encontrar nelas um novo terreno onde poderíamos trabalhar e observar o nosso trabalho de desenho, pintura e gravura a partir de um ponto de vista inesperado.

Trocámos a oficina pelo computador, as ferramentas clássicas da gravura pelas ferramentas digitais e fizemos como sempre fazemos, começámos no escuro sem saber muito bem por onde ou como seguir.

O Curso “Naturezas mortas (mas que ainda mexem)” foi buscar às Stilleven Holandesas do séc. XVII várias ideias que nos pareceram também elas adequadas ao momento que estamos a viver: o perigo dos desejos materiais e do excesso, a reflexão sobre a vida e a degradação dos corpos, mas também a quietude dos movimentos imperceptíveis.

Partimos de um principio de observação das coisas seguindo o seu movimento. Como se movem elementos, seres, plantas e objectos, grandes e pequenos, leves e pesados, como é que a nossa escala física, espacial e temporal, condiciona e interpreta a rapidez e a lentidão.

Com os temas semanais comuns a todos os cursos da MArt, o curso ganhou corpo, semana a semana, cada tema introduzindo um novo ponto de vista, um novo exercício e um novo problema: Contemplação, Velocidade, Meteorologia, Dimensão oculta… Falámos e fizemos exercícios a partir do trabalho de diversos artistas, sobretudo aqueles que reconhecem ou nos quais reconhecemos as “virtudes da bastardia” como William Kentridge, Eadweard Muybridge, Edward Munch, Giorgio Morandi, David Hockney, Norman Ackroyd, Nancy Spero, Peter Doig, Tal R, Amy Sillman, Vija Celmins, Tacita Dean, Joana Villaverde. Vimos o trabalho de cineastas e animadores como Abbas Kiarostami, Chantal Akerman, Jean Vigo, George Méliès, Winsor McCay, Yuri Norstein, Jan Lenica, Alexander Petrov, Fyodor Khitruk, Oskar Fischinger e Abi Feijó.

Lemos José Cardoso Pires, Carlos Drummond de Andrade, Jorge Luis Borges, Italo Calvino, Giorgio Agamben, Sandro Penna, Robert Frost, Edward T. Hall, Paul Virilio, escrevemos e desenhámos em conjunto. As animações foram só um pretexto para nos pôr a mexer.

Ana Natividade

Ana Natividade

João Simões

Ketryn Alves

Marta Roux

Carlos Figueiredo

Carlos Ribeiro

Eugénia Mendes

Carlos Figueiredo


Filipa Pestana



Frederico Pratas

Sofia Campilho

Ketryn Alves

João Simões

Carlos Ribeiro

Filipa Pestana


Vicente Saraiva

Zohia Valentina Polanco

Frederico Pratas

João Simões

José Zenha

Sofia Campilho

Matilde Torres Pereira

Ketryn Alves

Marta Roux


Sofia Campilho

Frederico Pratas



Mariana Gomes


Ficha Técnica

Ana Natividade
Sem título

João Simões
Entrada na Manuel da Maia

Ketryn Alves
Tsuru

Marta Roux Sem título

Carlos Figueiredo
Cortina
Mascarada
Fly like a bird

Carlos Ribeiro Sem título

Eugénia Mendes
De mão em mão
Ternura

Carlos Figueiredo
On the banks of the Oise at Auvers

Carlos Ribeiro Sem título

Filipa Pestana
Sem título
Sem título

Frederico Pratas
Sem título
Sem título
Sem título

Sofia Campilho
The Peep Show

Ketryn Alves
inside
Objectos

João Simões
Três imagens

Filipa Pestana
Sem título

Vicente Saraiva
Sem título
Sem título

Zohia Valentina Polanco
Sem título

Frederico Pratas
Gif a partir do vídeo Barzack
Gif a partir do vídeo Barzack
Sem título

João Simões
I Kim
Auto- Retrato com Pássaros e Cavalos Marinhos

José Zenha
Sem título
Sem título

Sofia Campilho
Cadavre exquis
Sem título

Matilde Torres Pereira
Enjoy the silence

Ketryn Alves
Tarot

Marta Roux
Sem título

Sofia Campilho
Sem título

Frederico Pratas
Sem título
Forbidden Love
SUBMUNDO

Mariana Gomes
Apagou

espaço de projeto, aprendizagem e experimentação artística